Números são apenas números

13/01/2011 § Deixe um comentário


‘’Quantas chances desperdicei quando o que eu mais queria
era provar pra todo o mundo

que eu não precisava provar nada pra ninguém?!…’’

Renato Russo.( letra :quase sem querer)

Quantas vezes você já deixou de fazer algo por causa de alguém? Quantas vezes você já não pensou, será que realmente eu não posso usar e falar isso? As pessoas tem uma forte  influência sobre os outros, tão grande que chega ser a assustadora em determinados momentos, afinal como alguém pode resolver por você o que deve ou não fazer ?

‘’Eu não tenho que provar nada a ninguém’’. É meio curta  e grossa  essa resposta, mas ela é a melhor  nesse caso. O maior caso disso é aquela famosa frase: você não tem idade pra isso. Como assim eu não tenho idade pra isso? Números são números e não me definem, pois eu ainda não sou um computador que depende de códigos binários pra minha existência.

Maldita hora que criaram o tempo, a gora a gente sempre se baseia por causa dele e esquecemos que somos um pouquinho mais do que isso. Imaginem o dia sem hora, sem idade pra resolver por você o que fazer, imaginem o dia, a semana e o mês não serem contados, imaginem se contássemos apenas as noites que vivemos. E os anos? Eles simplesmente não existiriam, porque não haveria um limite.

Infelizmente, isso é apenas uma utopia. Quer ver um exemplo de como não daria certo? Como as pessoas agüentariam viver nesse estresse capitalista se não houvesse hora marcada pra ela dormir todos os dias? Ou mesmo se não tivessem a única remuneração ( o dinheiro) pelo seu trabalho escravista no final do mês? E mais ainda, como alguém da nossa sociedade depois de ter passado 365 dias dormindo pouco e 12 meses recebendo um salário injusto agüentaria mais todo de novo se não existisse o ano novo?  Nós dependemos demais do tempo.

Ah, como o mundo seria mais livre e com mais oportunidades e chances se não nos importássemos com números e marcações . A gente desperdiça sem nem sentir, tudo porque temos que provar pra todo mundo de que estamos cada vez mais certos e enquadrados a regras estúpidas.  É uma pena que o ser humano jamais conseguiria viver assim, afinal ele precisa de um limite, ele precisa saber ate aonde ele pode ir, mesmo que isso seja resolvido por alguém que não tem nada a ver com a vida dele.

Beijos Lara.

Quase sem querer, cantada por Maria Gadú.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Números são apenas números no Doces Meninas.

Meta

%d blogueiros gostam disto: