Best or…NOT

27/01/2011 § Deixe um comentário

 

Toda menina já foi traída um dia por sua melhor amiga. Às vezes não é necessário um rompimento dolorido. Afinal, nós somos as únicas que devemos definir o quão essa pessoa importante e lutar para manter amizade. Amizade é como um diamante bruto. Temos que moldá-los, e com o tempo, vira uma pedra linda, brilhosa e muito valiosa. E às vezes precisamos romper de vez, porque existe aquela palavrinha: incompatibilidade.

Chega certo dia em que você aprende que a incompatibilidade não é só genética. Que duas pessoas podem ser incompatíveis, e isso é motivo o suficiente para terminar, ou melhor, não começar uma relação.

Relacionar com outro ser humano é algo praticamente impossível, só amando para acontecer e quando a gente não ama a vida fica um pouquinho mais insuportável do que já é. Primeiro porque quando as coisas começam dar errado nunca pensamos que o motivo é a falta de amor, afinal, no nosso consciente acreditamos fielmente que amamos. Podemos até gostar, mas é necessária uma dose de amor muito forte para podermos aturar certos tipos de atitudes.

Melhores amigas podem não ser melhores e sim apenas amigas, ou colegas, existem pessoas que são importantes em nossas vidas, mas podem não nos completar da maneira que precisamos. Ter amigos é algo importantíssimo, mas ter qualquer coisa como amiga não vale a pena. Lembro dessa fase perfeitamente. Tinha várias amigas e no fim das contas descobri que não tinha nenhuma, era apenas mais uma. Chorava em todas as brigas e perdoava todas às vezes, mas chega um dia em que você conhece pessoas incompatíveis e não há como lutar contra isso.

Acredite você irá sobreviver. Irá aprender que amigos vêm quando somos nós mesmos, chegam sorrateiramente e tomam conta de tudo. Não busque desesperadamente por ter alguém, apenas espere que a vida traga alguém muito especial para te dar o braço e perambular por aí. Isso vale também para o primeiro beijo, não se preocupe se você está velha ou nova. Preocupe-se apenas em aproveitar esses anos de forma saudável. O primeiro beijo simplesmente acontece, e ele pode até ser ruim, esquisitinho, mas você irá lembrar-se dele para sempre com carinho e saudade.

Curta a fase da escola, dos amigos, dos sorvetes, cinemas, bagunças e pipocas porque infelizmente ela passa e um dia você acorda – justamente como aconteceu comigo – e terá trabalhos para entregar, assinar coisas, pagar contas, enfrentar filas e pessoas sem poder se esconder na barra da saia da mamãe.

Durante toda a sua vida você irá topar com pessoas incompatíveis, mas são elas que nos ensinam a dimensão de quem somos na hora de um rompimento. Obstáculos estão por aí para nos moldar, e nem adianta fugir deles, porque eles nos pegam de surpresa. Sorria sempre, não gaste todo seu tempo no computador ou com revistas inúteis. Vá ler livros importantes para a sua formação!  Não seja intolerante e se dê o direito de errar sempre. Quem não volta atrás de sua palavra é fraco, fortes admitem que sempre podem mudar. A vida muda, tudo muda e viva sempre.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Best or…NOT no Doces Meninas.

Meta

%d blogueiros gostam disto: