Você ainda pode sonhar

30/01/2011 § Deixe um comentário

Num dia desses resolvi tirar o dia pra visitar a minha madrinha. Estava tão quente que resolvemos descer da casa dela e ir pra rua pra podermos pegar um ventinho em um caloroso fim de tarde carioca. A rua estava cheia, mães na calçada sentadas e as crianças brincado, até que uma menininha muito fofa me chamou pra brincar. Na mesma hora eu não sabia o que fazer,  eu não tenho o menor jeito com crianças, paciência então é uma palavra desconhecida pra mim, só que depois de tanta insistência resolvi ir brincar com as crianças.

Tentei lembrar ao máximo de como eu brincava, de como eram as coisas na época que eu tinha a idades deles, fui deixando a criança que existe dentro de mim acordar e me guiar. Algumas coisas eu consegui tirar de letra,  brinquei de mãe e filha (fui mãe de toda a molecada), trenzinho, de bola, de adoleta…Fiz a festa!

Pense num dia com gosto de infância
Sem muita importância procure lembrar
Você por certo vai sentir saudades
Fechando os olhos verá
Doces meninas dançando ao luar
Outras canções de amor
Mil violinos e um cheiro de flores no ar

Me assustei com o menino de 2 anos maior do que o menino de 6 e com o menino que tem 6 dedos e pais estão esperando ele crescer para decidir se quer o dedo extra ou não, morri de rir com um menininho cabeçuco com o rosto todo ralando quando caiu de cara no chão haha sou má e ri também com o menino que incorporouo Flecha e fez eu correr atrás dele até no outro quarteirão, não pensei que fosse me divertir tanto e no final descobri que eu gosto de crianças, e que essas criaturas também gostam de mim. *-*

Você ainda pode sonhar
Você ainda pode sonhar
Você ainda pode sonhar

Fiquei tão feliz quando a mãe da menina que me chamou pra brincar disse que ela não parou de falar de mim a noite inteira, aquilo foi como se fosse um julgamento final de um concurso pra mim.  Dizem que criança não mente né? E é nesse ponto que eu queria chegar. Em que parte da fase de crescimento da gente, a gente deixa a pureza de lado e passa ser falso, a jogar sujo com o outro? Quando que essa inocência, some? Quando nós deixamos de imaginar, de ver as coisas mais além? Quando nossos olhinhos param de brilhar? Quando passamos a mentir?

Feche seus olhos bem profundamente
Não queira acordar procure dormir
Faça uma força você não está velho demais
Prá voltar e sorrir
Passe voando por cima do mar
Para a ilha rever
Vá saltitando sorrindo a todos que vê

Crescer apesar da “liberdade”, parece ser tão chato. Criança nem imagina o que é liberdade e consegue a liberdade espontânemente, não se prende a padrões que a sociedade impõe, não tá nem aí se a meleca escorre, se tá peladão na praia hahaha. As vezes finjo ainda ser criança, simplesmente me desligo e passo não prestar atenção na vida como ela é, é tanta dor, tanta injustiça, tanta falsidade…Enquanto sendo criança você vê o mundo colorido, tudo doce, tão alegre.

Um ótimo restinho de domingo, sonhem bastante porque ficar acordado o tempo inteiro nesse mundo que vivemos ninguém merece!

Boa semana, beijinhos,

Joy

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Você ainda pode sonhar no Doces Meninas.

Meta

%d blogueiros gostam disto: